O maior erro do “sistema religioso”…

por do sol

Tenho visto nas igrejas de hoje uma inversão no que devemos buscar, pois o que vemos hoje é um “sistema religioso” que explora um modelo falido, que já foi vivido no passado por Israel e na história mais recente pela igreja católica romana.

Os líderes de hoje esqueceram a lição principal deixada por Jesus de como o mundo reconheceria o Seu Senhorio e se converteria de seus maus caminhos.

Jesus nos exorta a sermos Luz para o mundo, o problema é que a grande maioria da liderança da igreja atual acha que ser Luz é está em cima de um púlpito com uma igreja lotada de fiéis, ou em seus palcos muitas vezes exaltando a si mesma, ou ainda ter um programa no Rádio ou na TV, que no último caso seria quase como o brilho do sol.

O problema é que esse sistema religioso falido ainda não entendeu o que é ser luz:

Ser luz é estar em paz com os seus e amar aos semelhantes incondicionalmente…

Ser luz é amar ao Senhor teu Deus de todo teu coração e todo teu ser, tendo um coração segundo o coração dEle, como Davi, não por ser perfeito, pois Davi também não era, mas por ser obediente em tudo, independente do preço que tenha que pagar por isso…

Ser luz é não ser pedra de tropeço na vida dos seus semelhantes, fazendo intrigas, ouvindo e trazendo coisas que não te dizem respeito sobre a vida de teus semelhantes, com a desculpa de estar mantendo informada a liderança, sendo agora você o conselheiro e o juiz e não mais o Espírito Santo de Deus…

Ser luz é andar de uma forma sobre a terra ao ponto das pessoas notarem que em você existe algo diferente e assim serem levadas a conhecer o Evangelho e consequentemente a Salvação…

Ser luz é ter uma vida calma e serena, não se importando com a tempestade que cai lá fora, no mundo, pois vós não pertenceis mais a este mundo e no Reino que agora fazes parte a tempestade está subjugada pelo seu Senhor…

Ser luz é amar a Jesus mais que ao mundo e servir a Ele sem sofrimento, sem mostrar para o mundo que isso tem sido um fardo para você, pelo contrário, tem sido motivo de paz e alegria constante na sua vida…

O problema é que o sistema religioso de hoje se perdeu, da mesma forma como fez a nação de Israel no passado, pois ao amar mais ao mundo do que ao Senhor, colocando as coisas dele em primeiro plano, esqueceu de seu primeiro amor e consequente o Seu Reino, que não é desse mundo, passando assim a viver e caminhar de mãos dadas com ele, sendo tudo menos exemplo para os que são do mundo, sendo tudo, menos luz para o mundo.

Hoje compreendo uma visão que o Senhor deu à minha esposa há alguns anos atrás, enquanto nós orávamos em Porto Alegre.

Na visão eu entrava em uma construção antiga, vestido como um guerreiro, com uma grande capa branca sobre as costas, com uma cruz desenhada.

Dentro da construção havia uma grande festa com muitos convidados, havia dois tronos, onde se assentavam um “rei” e uma “rainha”.

Havia muita bebedeira e comemoração e aquela que estava sentada ao lado daquele “rei” se submetia a tudo aquilo, apesar de aparentar não estar concordando com aquela situação.

Com a minha chegada ao salão a festa parava e aquele que estava sentado se levantava e vinha em minha direção, bastante furioso, pois estava atrapalhando aquela festa.

Ele estava todo vestido de preto, com uma grande capa negra sobre as costas e dela começavam a sair jatos com uma fumaça negra que caiam sobre mim, mas em nenhum momento me faziam mal algum.

A batalha continuou até que a visão de minha esposa cessou…

Hoje o sistema religioso atual está exatamente igual àquela rainha, sentada ao lado do rei desse mundo, e apesar de saber que está tudo errado não toma nenhuma posição contraria, anda de mãos dadas com o mundo, como se a ele pertencesse…

Nessa visão o Senhor exorta a mim e a você a sermos verdadeiramente Luz para o mundo, a não se amoldarmos aos padrões desse mundo de trevas, como o sistema religioso de hoje tem feito, pois independente das afrontas que sofremos daqueles que dizem que são o que não são, o Sangue de Cristo está sobre nós e nada nem ninguém conseguirá mudar isso e independente das circunstâncias e do rumo que as coisas tomem, SEMPRE SEREMOS VENCEDORES, POIS NÃO ABANDONAMOS NOSSO PRIMEIRO AMOR…