O Reino dos Céus não é mais tomado a força!

jerusalem

Jesus Disse:

“Digo-lhes a verdade: Entre os nascidos de mulher não surgiu ninguém maior do que João Batista; todavia, o menor no Reino dos céus é maior do que ele. Desde os dias de João Batista até agora, o Reino dos céus é tomado à força, e os que usam de força se apoderam dele.” (Mateus 11:11,12)

De que força Jesus estava falando, quando disse que antes dEle o reino era tomado a força?

Eu respondo: Antes da vida de Jesus os homens eram salvos pelas suas obras!

Jesus na sequência do texto começa a questionar justamente isso, pois o acusam de ser comilão e beberão e amigo de publicanos e pecadores, apesar dos sinais que o acompanhavam, enquanto João que jejuava e não bebia vinho era acusado de ter espírito de demônio…

Vejo hoje se repetir na igreja de nossos dias o mesmo que acontecia ali nos tempos de Jesus, pois os homens continuam tentando conquistar o Reino dos Céus pela força do braço, por obras, seja da forma que for, seja o nome que vocês dão a essas obras, onde bastaria apenas a fé em Jesus para que o Reino fosse posto a disposição da igreja aqui na terra…

Do outro lado vejo uma igreja que aponta o dedo para os irmãos, em nome de uma “santidade”, da mesma forma que apontava o dedo para Jesus, vivendo da mesma forma por obras, querendo santificar-se a si mesmo, onde o Espírito Diz: “Eu Sou o Senhor que os santifica!” (Levítico 20:8; 21:15; 22:32;21:8;22:9;21:23; Êxodo 31:13, etc…)

E ainda:   “Esta é a palavra do Senhor para Zorobabel: ‘Não por força nem por violência, mas pelo meu Espírito’, diz o Senhor dos Exércitos.” (Zacarias 4:6)

Vejo que nem um nem outro compreendeu o Evangelho, pois a única coisa que salva é a fé em Jesus Cristo que nos santifica pela Palavra, pois o Senhor também disse: Santifica-os na verdade; a tua palavra é a verdade.” (João 17:17)

Não faço aqui apologia libertinagem, pois o Senhor também disse:

Quem tem os meus mandamentos e lhes obedece, esse é o que me ama. Aquele que me ama será amado por meu Pai, e eu também o amarei e me revelarei a ele”. (João 14:21)

Afirmo aqui que a  igreja que vive por obras rejeita o sacrifício de Jesus na Cruz e ainda não têm o Espírito Santo, pois é o Espírito que nos convence do Pecado, da Justiça e do Juízo:

“Mas eu lhes afirmo que é para o bem de vocês que eu vou. Se eu não for, o Conselheiro não virá para vocês; mas se eu for, eu o enviarei. Quando ele vier, convencerá o mundo do pecado, da justiça e do juízo. Do pecado, porque os homens não crêem em mim; da justiça, porque vou para o Pai, e vocês não me verão mais; e do juízo, porque o príncipe deste mundo já está condenado.” (João 16:7-11)

A igreja que aponta o dedo para o irmão tentando impor regras que só caberia ao Espírito está se colocando no lugar do Juiz e a esses a Ira está reservada, da mesma forma como foi com o que se rebelou e quis se assentar no trono de Deus…

Meditem no texto abaixo e vejam o quanto a igreja de hoje se parece com esses, com seus fardos pesados, e como Jesus os repreendeu severamente:

(Mateus 11:11-30)

“Digo-lhes a verdade: Entre os nascidos de mulher não surgiu ninguém maior do que João Batista; todavia, o menor no Reino dos céus é maior do que ele. Desde os dias de João Batista até agora, o Reino dos céus é tomado à força, e os que usam de força se apoderam dele. Pois todos os Profetas e a Lei profetizaram até João. E se vocês quiserem aceitar, este é o Elias que havia de vir. Aquele que tem ouvidos, ouça! “A que posso comparar esta geração? São como crianças que ficam sentadas nas praças e gritam umas às outras: ‘Nós lhes tocamos flauta, mas vocês não dançaram; cantamos um lamento, mas vocês não se entristeceram’. Pois veio João, que jejua e não bebe vinho, e dizem: ‘Ele tem demônio’. Veio o Filho do homem comendo e bebendo, e dizem: ‘Aí está um comilão e beberrão, amigo de publicanos e “pecadores” ’. Mas a sabedoria é comprovada pelas obras que a acompanham”. Então Jesus começou a denunciar as cidades em que havia sido realizada a maioria dos seus milagres, porque não se arrependeram. “Ai de você, Corazim! Ai de você, Betsaida! Porque se os milagres que foram realizados entre vocês tivessem sido realizados em Tiro e Sidom, há muito tempo elas s e teriam arrependido, vestindo roupas de saco e cobrindo-se de cinzas. Mas eu lhes afirmo que no dia do juízo haverá menor rigor para Tiro e Sidom do que para vocês. E você, Cafarnaum: será elevada até o céu? Não, você descerá até ao Hades! Se os milagres que em você foram realizados tivessem sido realizados em Sodoma, ela teria permanecido até hoje. Mas eu lhes afirmo que no dia do juízo haverá menor rigor para Sodoma do que para você”. Naquela ocasião Jesus disse: “Eu te louvo, Pai, Senhor dos céus e da terra, porque escondeste estas coisas dos sábios e cultos, e as revelaste aos pequeninos. Sim, Pai, pois assim foi do teu agrado. “Todas as coisas me foram entregues por meu Pai. Ninguém conhece o Filho a não ser o Pai, e ninguém conhece o Pai a não ser o Filho e aqueles a quem o Filho o quiser  revelar. “Venham a mim, todos os que estão cansados e sobrecarregados, e eu lhes darei descanso. Tomem sobre vocês o meu jugo e aprendam de mim, pois sou manso e humilde de coração, e vocês encontrarão descanso para as suas almas. Pois o meu jugo é suave e o meu fardo é leve”.

 

 

 

Os ricos entrarão no Reino dos Céus? Texto

Graça e Paz meus irmãos!

Eu queria começar mostrando para vocês uma passagem que fala sobre um assunto até certo ponto polêmico e que traz certa controvérsia.

É uma passagem que está em Mateus 19, que fala sobre um jovem rico, que muitos interpretam nessa passagem que as riquezas são um fardo para aqueles que pretendem entrar no Reino dos Céus.

Deus me deu uma nova luz sobre essa passagem, pois muitos radicalizam e esquecem que no final dessa mesma passagem Jesus diz que para Deus nada é impossível.

Na verdade Deus me deu uma visão na madrugada, e o que Ele me mostrou na escuridão eu vou trazer para luz falando para vocês agora:

16 Eis que alguém se aproximou de Jesus e lhe perguntou: “Mestre, que farei de bom para ter a vida eterna?” 17 Respondeu-lhe Jesus: “Por que você me pergunta sobre o que é bom? Há somente um que é bom. Se você quer entrar na vida, obedeça aos mandamentos”. 18 “Quais?”, perguntou ele. Jesus respondeu: “ ‘Não matarás, não adulterarás, não furtarás, não darás falso testemunho, 19 honra teu pai e tua mãe’ c e ‘Amarás o teu próximo como a ti mesmo’ d ”. 20 Disse-lhe o jovem: “A tudo isso tenho obedecido. O que me falta ainda?” 21 Jesus respondeu: “Se você quer ser perfeito, vá, venda os seus bens e dê o dinheiro aos pobres, e você terá um tesouro nos céus. Depois, venha e siga-me”. 22 Ouvindo isso, o jovem afastou-se triste, porque tinha muitas riquezas. 23 Então Jesus disse aos discípulos: “Digo-lhes a verdade: Dificilmente um rico entrará no Reino dos céus. 24 E lhes digo ainda: É mais fácil passar um camelo pelo fundo de uma agulha do que um rico entrar no Reino de Deus”.

Gostaria de fazer uma observação aqui sobre o que significa o buraco da agulha que Jesus fala.

Até o ano passado eu achava que o buraco da agulha em questão se tratava daquele pequeno orifício onde passamos a linha de costura.

Porém em um seminário que fiz o ministro explicou que nos muros das cidades no tempo em que Jesus vivia, havia uma porta baixa que se chamava de agulha, por onde um camelo não conseguiria entrar em pé e mais difícil ainda seria entrar um homem com qualquer tipo de carga.

25 Ao ouvirem isso, os discípulos ficaram perplexos e perguntaram: “Neste caso, quem pode ser salvo?” 26 Jesus olhou para eles e respondeu: “Para o homem é impossível, mas para Deus todas as coisas são possíveis”. 27 Então Pedro lhe respondeu: “Nós deixamos tudo para seguir-te! Que será de nós?” 28 Jesus lhes disse: “Digo-lhes a verdade: Por ocasião da regeneração de todas as coisas,…

Gostaria de fazer mais uma observação aqui no termo usado por Jesus, quando Ele fala em regeneração de todas as coisas, pois só se regenera o que está destruído ou estragado, então podemos entender que o mundo que vivemos está, segundo as palavras de Jesus, fora do estado normal, ou seja, precisa ser regenerado.

… quando o Filho do homem se assentar em seu trono glorioso, vocês que me seguiram também se assentarão em doze tronos, para julgar as doze tribos de Israel. 29 E todos os que tiverem deixado casas, irmãos, irmãs, pai, mãe e , filhos ou campos, por minha causa, receberão cem vezes mais e herdarão a vida eterna. 30 Contudo, muitos primeiros serão últimos, e muitos últimos serão primeiros. Mateus 19:16-30

Prestem atenção agora no versículo 24, pois essa será a tônica do que eu vou escrever aqui, pois muitos tem dúvida se é possível ser rico e ser uma pessoa justa, e a passagem em Lucas 16:13, traz ainda mais controvérsia:

13 “Nenhum servo pode servir a dois senhores; pois odiará um e amará outro, ou se dedicará a um e desprezará outro. Vocês não podem servir a Deus e ao Dinheiro” .

Porém essa passagem também nos traz luz, pois ela diz meus irmãos que é só se você servir as riquezas, mas você pode servir a Deus e usar as riquezas do mundo para o Reino.

Eu vinha meditando sobre isso a algum tempo e Deus tem sempre trazido luz para mim sempre que tenho uma dúvida sobre algo e nesse caso não foi diferente, pois em uma madrugada a um tempo atrás Ele me deu uma visão e em seguida me mandou ler a passagem em Mateus e me revelou algo novo sobre isso.

Na visão que eu tive na madrugada, estava em uma sala relativamente pequena e dentro dessa sala haviam duas máquinas enormes logo a minha frente, uma do meu lado esquerdo e outra do meu lado direito.

Em espírito eu sabia que se tratava de duas máquinas copiadoras, as máquinas eram tão grandes que ocupavam praticamente toda a sala.

Em determinado momento se levantavam de cada máquina uma folha, que tinha mais ou menos o tamanho A4.

Na folha da direita estavam impressas notas de cem reais e na da esquerda eram notas verdes, que provavelmente seriam dólar.

Nesse instante ouvi a voz do Senhor que me disse:

“Pegue Raimundo!”

Assustado eu respondi:

“Senhor são apenas cópias, não tem valor, como eu vou pegar e usá-las?”

Ele me respondeu:

“Sim são cópias, é assim o dinheiro do mundo!”

Despertei daquela visão, sem entender o que o Senhor queria me dizer com aquilo e em seguida Ele me disse que aquilo me esclareceria a passagem sobre as riquezas que está em Mateus.

Pela manhã fui falar com minha esposa sobre o que tinha visto e o Espírito Santo começou a ministrar no meu coração e Ele me disse:

“Raimundo! Muito tem se falado sobre essa passagem: “É mais fácil um camelo passar no buraco da agulha do que um rico entrar no Reino dos Céus”.

Verdadeiramente é isso mesmo, pois o dinheiro do mundo é um dinheiro falso, ilusório, uma imitação das verdadeiras riquezas e quem usa esse dinheiro falso para comprar as riquezas a força aqui na terra, os que não receberam as riquezas através das bênçãos que vem de mim, esses que tentam comprar as “bençãos” a força, não entrarão no reino dos Céus.

Esse dinheiro conseguido de forma injusta, massacrando os outros, explorando empregados, os menos favorecidos, esses compraram as suas riquezas com dinheiro falso, que não veio das verdadeiras riquezas.

Pois o dinheiro verdadeiro, a riqueza verdadeira é a que vem de mim, através das minhas bençãos, através das portas se abrindo, através do meu fluir de bençãos na vida de vocês.

Aquele milagre que acontece inesperadamente, aquela pessoa que Eu levanto no momento de dificuldade para te ajudar.

O prêmio extra no final do ano, aquela comissão no final do mês das vendas inesperadas que você fez.

Os presentes inesperados do Senhor, quem enriquece assim, com o dinheiro verdadeiro, vindo do Reino, entrará no Reino dos Céus.”

Comecei então a entender melhor quando Jesus fala, ao ser questionado por um dos discípulos:

“Para o homem é impossível, mas para Deus tudo é possível.”

Esses ricos vão entrar no reino, porque foi Ele que os tornou ricos, fartos e abundantes.

Não foi com dinheiro falso, dado por Satanás, através de sangue derramado de inocentes, de empregados mal pagos e injustiçados, esse é um dinheiro falso e quem conquistou a sua riqueza com esse dinheiro falso, do mundo, ilusório, não entrará no Reino dos Céus.

Essa foi a luz que Ele me trouxe meus irmãos, mas fica tranquilo se você for rico, abastado e se você não tiver na sua vida ganho essas riquezas com o sacrifício dos outros, com a exploração dos pequenos, sendo uma pessoas justa a tua vida toda, fica tranquilo que quando você encontrar o caminho verdadeiro da Salvação, Jesus, você vai entrar pela porta estreita, mesmo tendo sido um homem rico.

Se as coisas aconteceram na sua vida com o fluir de Deus, como nós vemos tantos exemplos por ai, pessoas boas, de caráter e personalidades exemplares, bom coração, apesar de serem ricas.

Foi justamente isso que Ele quis me mostrar, Ele quis tirar esse fardo que se colocou nas costas dos que tem mais dinheiro.

Fica tranquilo meu irmão pois se Deus te abençoou, mesmo que você ainda não o conhecesse.

Se Ele foi te abençoando até o dia que você conheceria Jesus para que pudesse fazer maravilhas para a obra dEle, é porque Ele já conhecia o seu coração.

Entregue a sua vida a Jesus, o único e verdadeiro caminho da Salvação hoje, e o Espírito Santo vai te guiar no caminho correto e você saberá o que fazer com essas riquezas que foram dadas pelo teu Deus.

E aos que construíram suas riquezas com dinheiro falso, com o sofrimento e exploração de muitos, ainda é tempo de arrepender-se, confesse Jesus como teu Senhor e Salvador e deixe que a partir daí o Espírito Santo de Deus te conduza para o caminho do arrependimento e você saberá o que fazer a partir daí.

Quem não buscar o arrependimento através de Jesus Cristo, tenha certeza que será rejeitado no Reino dos Céus, pois Ele é a única porta que pode limpá-lo dos pecados e conduzi-lo para o Reino.

Quero agradecer ao Espírito Santo de Deus pela luz que tem sido na minha vida e desejar a vocês que a graça e a Paz do Senhor Jesus estejam com vocês!