Queria Entender Porque Vocês Podem e Eu Não Posso?

Esse post é parte 99 de 239 na série Palavras do Criador

palavras_criador_XI

“Tudo que vai ser dito está na primeira pessoa e foi  escrito no dia 04/09/2013. Queria esclarecer que sou apenas quem digitou estas palavras, pois as mesmas foram repetidas uma a uma aos meus ouvidos espirituais, por isso deixo claro aqui que as palavras não são minhas, são dAquele me enviou.”

Basta crer em Mim e será salvo, é isso que todos dizem quando se aproximam de Mim para buscar a salvação!

Mas aonde é que fica esse caminho da Salvação?

Como vocês podem ser salvos se não conseguem enxergar um milímetro a frente de vocês?

Como podem ser salvos se não tem fé suficiente em Mim para isso e ainda duvidam se Meu Sacrifício foi suficiente para isso?

Olhem bem, não quero dizer aqui que Me enganei em Minha Palavra e nem que menti, quero apenas dizer que vocês estão equivocados em relação a Salvação!

Pois se Eu não pequei e Me fiz pecado, Me fiz carne, por vocês, como é que agora Eu que passei por essa vida sem pecado, mesmo estando na mesma carne que vocês, não Me corrompi, como exemplo para vocês, para que vocês tivessem um exemplo, um parâmetro do que era possível ser feito mesmo habitando no corpo do pecado.

Hoje Eu vejo uma pregação de que agora que foram salvos, tudo pode, tudo é permitido, mas Eu vejo uma contradição de vocês ao fazerem isso, pois se assim fosse era como dizer que o Meu caráter mudou, era como dizer que os Meus Mandamentos mudaram, que Eu agora compactuo com todas as coisas que vocês afirmam ser permitido agora.

Entendam que Eu não mudei e que o Meu caráter não mudou e Eu sou o mesmo hoje, ontem e sempre.

Para que vocês entendam, o erro que estão cometendo esses que assim falam, pregam e vivem, quero dar um exemplo a vocês que deixará tudo mais claro:

Imaginem um homem que saiu para trabalhar e deixa a sua casa nas mãos de pessoa de sua confiança até sua volta.

Pouco depois dele sair os que estavam tomando conta da casa resolvem que poderiam auferir lucro com aquela propriedade e começam um negócio onde venderiam bebidas e teriam mulheres para se prostituir com quem quer que seja que lhe pagassem.

Os que ficaram tomando conta da casa se fartaram com o lucro auferido e também aproveitaram dos prazeres oferecidos ali.

Tempos depois o dono da casa resolveu voltar e como trazia presentes e boas notícias resolveu fazer uma surpresa aos que havia confiado a sua casa, porém ao chegar ficou surpreso com o que haviam feito em sua casa e na sua decepção e tristeza os renegou, mas antes os disse:

Como pode pois ao homem em quem confiei a Minha casa, a Minha morada, ter feito os maiores absurdos e feito dela um covil e antro de tudo que é impuro perante as Minhas leis e Meu caráter?

Podem, vocês receberem os presentes que Eu lhes trouxe se não são dignos de guardar sequer a Minha morada enquanto Eu volto?

Como posso Eu confiar coisas maiores a vocês se nem ao menos puderam cuidar da Minha casa?

Saibam que a vocês Eu tenho uma sentença, pois os estou entregando ao Juiz para que ele cobre de vocês cada centavo que vocês ganharam ilicitamente as minhas custas e por todos os danos que causaram a Minha imagem ao usar a Minha casa para a corrupção, ele saberá lidar com vocês com imparcialidade e de acordo como que cada um de vocês fez ao quebrar a confiança que Eu os havia depositado!

Assim são vocês que Nasceram de Novo e encontraram a Salvação através de Mim, ou era para terem encontrado, pois ao seguirem os seus instintos carnais e entregarem os seus corpos a esses instintos, seu corpo que passou a ser a Minha casa, a Minha habitação, quando Me fizeram Senhor e Salvador, fazendo com ele o que bem entendem como se fosse sua propriedade, mas não entenderam quando o Meu servo os disse que a partir daquele momento vos sois de Cristo?

Saibam que o que vocês fazem com seu corpo, Minha casa, Minha habitação, os lugares de corrupção que você o leva e o faz entrar, Me diz respeito, pois agora que nEle habito ele Me pertence!

 Saibam que vocês prestarão contas não só a Mim, mas a Meu Pai e a todos os que sofreram nesse corpo que perece e morre, o corpo da corruptibilidade, sem se corromper e venceram, diferente de vocês que pereceram junto com ele.

Eu lhes pergunto uma coisa:

Se Eu não posso fazer algo, porque então vocês que Me seguem poderiam?

Se Eu preservei esse corpo da corrupção enquanto estive em vosso meio porque vocês que Me seguem não o preservariam?

Se Eu vivi em vosso meio e venci, porque agora vocês que Me tem como morada assim também não conseguem?

Eu Me sacrifiquei e Morri na cruz por vocês, Me fiz pecado quando vim habitar nessa carne e a venci até o fim na cruz, até o Meu último suspiro e porque vocês que tem o Meu Espírito não fazem o mesmo?

Saibam que Eu já morri uma vez e já fui crucificado e que ao vir habitar em vocês já paguei o preço pelo pecado e a cada um que Me fiz morada tornei possível uma vida sem pecado a ele, porém ao fazer as mesmas coisas que antes faziam, repetidas vezes, não sabeis que estais a querer que Eu seja crucificado de novo para pagar novamente o preço, pois ao mundo parece que nada foi feito e que Me ter de nada lhe valeu, que Meu sacrifício na cruz e uma vida sem pecado foram apenas para Mim e não serve para ninguém?

Entendam que não é sacrifício algum viver assim agora que Me tens em vós, porém para isso é necessário que Me ouças e que Eu te guie pelo Caminho da Salvação, pois esse caminho Eu já trilhei e venci para cada um de vocês!

Navegar na Série<< Meus Amados Filhos! Saibam Que os Amo Muito! (Aos Eleitos!)(Sobre o Rancor, O Fingimento e a Mentira) Paz, Amor e Ódio! Queria Que Vocês Entendessem Uma Coisa! Vídeo >>

Tags , , , , , , , .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *