A Graça do Senhor! Texto

Ó Senhor Jesus! Tua graça me basta! Saber que estou nos Teus caminhos e que estás feliz com o meu caminhar é a minha verdadeira recompensa.

Viver para mim é agradar-Te todos os dias, é não ofender-Te, nem fazer o que é reprovado por Ti.

Quando consigo levar uma vida de retidão, guiado pelo Teu Espírito Santo, me sinto verdadeiramente a sombra do Altíssimo. Sei que neste lugar o mundo não pode me alcançar.

Minha comunhão Contigo aumenta quando estou na tua vontade perfeita e Teu óleo escorre sobre a minha cabeça, jorrando como uma cachoeira através do meu ser e tocando os que me cercam, formando um oceano de paz, onde muitos podem descansar em Ti, enquanto se fortalecem para o caminhar diário, encobertos na Tua graça.

O Toque do SENHOR que mudou minha vida!Texto

Fui assistir a uma aula de um seminário em Porto Alegre, no dia 28 de fevereiro de 2011, com um ministro a quem Deus havia me apresentado em Vitória-ES dois anos antes. Na ocasião ele olhou para mim, cheio do Espírito Santo, sorrindo apontou seu dedo em minha direção e balançou a cabeça fazendo um sinal positivo.

Naquele momento Deus me disse: “Esse é o homem que vai tirar todas as suas dúvidas!”. Mais tarde saberia que mais do que isso, aquele homem de Deus seria um instrumento poderoso do Senhor, para me levar exatamente para o lugar que Deus sempre quis que eu estivesse:

Na Sua presença e consciente do meu chamado.

Considero que nasci verdadeiramente para Deus naquele dia, pois o que aconteceu mudou a minha vida para sempre, sobre isso escrevi um texto que resume o que aconteceu:

 Você tem certeza que é filho de Deus?

Todos nós bradamos quando louvamos ao nosso Deus que somos seus filhos ou quando falamos com nossos irmãos, mas verdadeiramente você já está convicto disso?

Sei que é muito lindo e maravilhoso expressarmos para os outros o orgulho de sermos filho do Todo Poderoso, do Dono do Universo do Criador dos Céus e da Terra, mas você só poderá usufruir dos benefícios de filho quando esta convicção não estiver apenas na sua mente e sim quando ela tiver chegado ao seu espírito.

Lembro que minha vida inteira achava que tinha essa convicção, o problema é que não passava de palavras que saiam de minha boca, vindas automaticamente por ter ouvido repetidas vezes de outras pessoas.

Tenho hoje 38 anos (2011) e sempre fui alguém que achava que conhecia Deus verdadeiramente, mas verdadeiramente só o conheci a poucos meses, justamente quando a convicção que sou Seu filho chegou a meu espirito.

E como essa convicção chegou lá?

Nos últimos quatro anos, a minha vida, como se diz no mundo secular, ficou “virada ao avesso”, o inimigo me atacou de todas as formas possíveis, tive inclusive que abandonar uma carreira estável como servidor público por não me curvar aos jugos que os seus servos impunham a pessoas inocentes e por lutar contra o que as pessoas do mundo aceitam como algo que possam conviver mesmo sendo os maiores absurdos possíveis.

O que poderia ter sido uma maldição na minha vida, como a maioria dos que me conheciam e “toda torcida do flamengo achava”, transformou-se na maior benção que Deus me deu até hoje, não falo isso do lado financeiro, pois esse também foi muito abençoado e literalmente ele me deu tudo em dobro do que o mundo tinha me tirado.

Porém a benção mais importante na minha vida foi que com isso tudo eu fui descobrindo que tinha uma fé inabalável e que nenhuma daquelas circunstâncias conseguiu afetá-la e em nenhum momento duvidei da mão de Deus sobre mim me guiando e protegendo todo tempo.

Mais ainda, Ele colocou pessoas na minha vida que foram me guiando cada vez mais em Sua direção e a uma comunhão com Ele cada vez maior.

Foi nesse período que Ele promoveu um encontro entre minha família e um casal de lideres de uma igreja evangélica lá em Vitória-ES, que consequentemente nos trouxe a um seminário bíblico.

Mas como vocês sabem Deus sempre tem algo mais para gente. A princípio apenas minha esposa começou o seminário, pois por ainda não entender no meu coração que Deus era meu pai algumas coisas ainda me prendiam ao mundo ao ponto de serem prioridades naquele momento.

Mas Deus na sua bondade divina me abençoou mais uma vez e eu passei em um dos concursos mais concorridos do país, onde eu teria a opção de escolher entre dez capitais para trabalhar, mas no meu coração a escolha já estava feita, pois ele já havia falado comigo para onde eu deveria ir, e assim Ele me trouxe a Porto Alegre.

Eu não havia entendido mas aquele concurso era apenas o meio que Ele havia me dado para que eu desse mais um passo na caminhada rumo aos propósitos que Ele tinha para a minha vida.

Cheguei nessa cidade maravilhosa em agosto de 2010 já com um desejo no coração: o de fazer o seminário que minha esposa havia começado, pois em apenas seis meses que ela frequentou o seminário em Vitória fui testemunha de grandes mudanças em sua vida, que melhoraram inclusive nosso relacionamento, então imaginei o que ele poderia fazer na minha vida e na comunhão com Deus que tanto buscava.

Sempre tive muitas experiências com o sobrenatural de Deus, pois desde os meus oito anos tenho sonhos, visões e uma voz maravilhosa que sempre me guiou quando nem ao menos eu sabia que se tratava do Espírito Santo.

Uma dessas visões consumou-se trinta anos depois, aqui em Porto Alegre.

Apesar de todas essas experiências, a revelação de ser filho de Deus não havia chegado ao meu espírito.

Sabemos que o melhor de Deus sempre estar por vir e quando esse melhor vem, sempre Ele nos manda algo melhor e assim temos mais sede dEle.

Em fevereiro de 2011, nas primeiras aulas do seminário, recebi o batismo no Espírito Santo e no dia 28 de fevereiro, também em uma das aulas, eu que já achava ser conhecedor do poder de Deus, tive a maior e melhor experiência da minha vida com Ele até aquele dia.

Digo até aquele dia pois o melhor dEle já veio varias outras vezes depois disso e cada vez mais Ele me surpreende com Seu melhor.

A aula estava preste a acabar, o ministro que conheci em Vitória era quem ministrava, o poder de Deus estava presente naquele lugar de uma forma que eu nunca havia sentido antes.

Todos oravam e em determinado momento ele gritou levante as mãos, abri meus olhos e vi que ele olhava para mim, meio que no susto obedeci aquele comando, e agradeço a Deus por ter obedecido.

Ao erguer as minhas mãos desceu dos céus uma descarga que atingiu as duas mãos e foi descendo pelos braços e em pouco tempo estava em todo meu corpo, os joelhos se dobravam e minha carne tentava resistir ao poder de Deus, até que não consegui resistir mais e caí no chão.

No meu corpo passava uma corrente elétrica como se eu estivesse segurando dois fios de energia com as mãos, meu corpo pulava a alguns centímetros do chão com tamanho poder que circulava por ele.

No meu peito começou a se formar uma pressão parecendo que ia explodir, e quanto mais essa pressão aumentava eu chorava com aquilo que parecia está represado dentro do meu peito.

Então toda aquela pressão e angustia que tinha sido represada no meu peito explodiu, como uma panela de pressão que explode, lembro que dei um grito como se tivesse me libertado de todas as minhas angustias e aflições.

Foi exatamente isso que aconteceu, e no lugar daquela pressão e anterior angustia, fui invadido por um amor que eu não conhecia, não era um amor humano, o que tenho pela minha filha e esposa, era algo muito superior, sem egoísmo nem posse.

Hoje entendo o que é o amor do tipo de Deus que tanto ouvimos falar. Fiquei sob aquele amor por mais de vinte minutos, só conseguia chorar e agradecer, ao me levantar e olhar para cada irmão meu que estava ali, só sentia aquele amor que tinha me tocado, e um desejo incontrolável de abraçar e beijar cada um deles.

Deus havia me mostrado o seu amor pelos homens e tinha derramado esse amor sobre mim e eu não seria mais o mesmo depois daquele dia.

Entendi o significado de perdoar e dar a outra face e o significado do que o apóstolo quis dizer quando falou que a nossa luta não é contra carne e sangue e sim contra principados e potestades.

Passei a olhar para o meu irmão e ver nele a criação do Deus Altíssimo e o amor que Ele tem por todos nós, e que quando nossos irmãos nos ofendem temos que combater o que o está afligindo e não nosso irmão.

Temos que tratar nossos irmão com amor, assim afastaremos satanás da vida deles, pois assim os propósitos dele são impedidos, e sem propósitos ele se afasta.

Trabalho em uma das instituições federais mais conceituadas desse país e muitos passam a vida inteira procurando um emprego onde possam encontrar um lugar de conforto.

Não que isso seja errado, eu passei a minha vida inteira buscando isso, mas no dia seguinte aquela experiência com Deus, quando andava pelas ruas de Porto Alegre em direção ao trabalho, ruas que já havia passado dezenas de vezes me pareciam estranhas, eu não me sentia mais desse mundo.

Entendi novamente o que o apóstolo quis dizer com isso e o desejo de partir para o Pai.

Naquele dia tive a convicção que era um espírito e em espirito entendi que era filho do DEUS TODO PODEROSO, DO DONO DO UNIVERSO.

Nada mais passou a fazer sentido, tantas lutas, tantas batalhas, tanto sofrimento poderia ter sido evitado se essa convicção tivesse chegado mais cedo.

Entendi que o cargo público que tanto me dava orgulho era só um meio de me achegar ao Pai e a seus propósitos e que partir daquele momento eu era capaz de largar tudo e ir para qualquer lugar do mundo para cumprir esses propósitos.

Sem preocupações ou medos e com a certeza que meu PAI estaria comigo todos os dias da minha vida, me suprindo e me guiando, para que eu não me desviasse jamais das suas veredas.

Levando as suas boas novas a qualquer lugar que Ele me mandasse, pois eu não estava mais só, porque o AMOR DE CRISTO havia sido derramado sobre mim e Seu Espírito estava em mim e sobre mim.

Hoje tenho a convicção em meu coração que sou filho do Deus Altíssimo e sei onde devo ajuntar os meus tesouros, sei que a minha missão aqui na terra é trabalhar para o meu Pai e trazer de volta os seus filhos que estão perdidos e ajuntá-los debaixo de Suas mãos protetoras.

Proclamando a todos o que Jesus fez por nós na cruz e mostrando a cada um o quanto Deus nos ama e que nunca desistiu e nem desistirá de nenhum de nós até o último segundo de nossas vidas.

Que o amor de Cristo esteja convosco! Filhos do Deus Altíssimo!

 Quando eu me levantei com muita dificuldade me dirigi até a saída da igreja e encontrei novamente com o ministro, que impôs as mãos na minha cabeça e deu um brado:

“Profeta ungido de Deus!”

 Nesse instante ele disse segure ele que os pés dele estão colados no chão, exatamente o que eu tinha acabado de constatar, pois meus pés não se mexiam, ficaram fixos no chão.

Dois irmão então me pegaram e me colocaram em uma cadeira onde eu fiquei por um bom tempo até recuperar o controle das pernas.

 Sei meus queridos irmãos em Cristo, que esse primeiro post só está sendo possível por esse encontro que tive com o meu Senhor e que cada palavra que escreverei aqui servirá de testemunho do quanto Deus pode transformar a vida de qualquer um que abra o seu coração para Jesus.

 Quero que olhem para cada palavra que for publicada aqui e lembrem do nosso Redentor: “Jesus Cristo”, pois foi através dEle que eu me acheguei ao Pai e nunca esqueçam o que diz as sagradas escrituras:

 “Toda boa dádiva e todo dom perfeito vêm do alto, descendo do Pai das luzes, que não muda como sombras inconstantes. Tiago 1:17

E que nunca esqueçamos que somos apenas um vaso e o óleo que nos enche vem de Deus.