Novo Nascimento: O Milagre da Salvação! (Parte I)

Esse post é parte 1 de 4 na série Novo Nascimento: O Milagre da Salvação!

      A resposta ao fato do povo Hebreu não conseguir se sujeitar a vontade de Deus no Antigo Testamento, apesar de ter visto sinais, prodígios e maravilhas, é a natureza humana:

  •  Natureza…, porque possuímos um corpo natural físico;
  •  Humana…, porque o contato com o mundo, a leitura do universo exterior, da própria existência depende de sentidos humanos, naturais. Na verdade esta foi a pior consequência resultante do pecado de Adão e Eva, ou seja, a humanidade foi separada de Deus (pecado original), passando a viver entregue a sua própria compreensão, sua idéia de mundo, que tem origem em seus sentidos naturais, humanos.

O Senhor Deus, pois, o lançou fora do jardim do Éden, para lavrar a terra de que fora tomado. ( Gênesis 3.23)

     É do ponto de vista natural, que o homem começa a entender o mundo, tendo agora condições de escolher, uma vez que tornou-se conhecedor do bem e do mal, o que o leva, a estar sujeito a esta natureza, sendo instruído, dirigido, orientado, governado por seus próprios instintos.

Então disse o Senhor Deus: O homem agora se tornou como um de nós, conhecendo o bem e o mal…; (Gênesis 3. 22)

     Mesmo ciente da condição humana, Deus escolhe o homem como testemunha e mensageiro de sua Palavra ao próprio homem.

        Após tirar o povo escolhido do Egito para desempenhar tal tarefa, Deus propõe habitar em seu meio a fim de instruir, dirigir e orientar o povo, fazendo deste sua propriedade, por este motivo revela a Moisés como ele deveria construir o Tabernáculo onde sua presença seria real entre as doze tribos de Israel, deste local Deus governaria o povo.

1 No dia em que se completaram três meses que os israelitas haviam saído do Egito, chegaram ao deserto do Sinai. 2 Depois de saírem de Refidim, entraram no deserto do Sinai, e Israel acampou ali, diante do monte. 3 Logo Moisés subiu o monte para encontrar-se com Deus. E o SENHOR o chamou do monte, dizendo: “Diga o seguinte
aos descendentes de Jacó e declare aos israelitas: 4 Vocês viram o que fiz ao Egito e como os transportei sobre asas de águias e os trouxe para junto de mim. 5 Agora, se me obedecerem fielmente e guardarem a minha aliança, vocês serão o meu tesouro pessoal dentre todas as nações. Embora toda a terra seja minha, 6 vocês a serão para mim um reino de sacerdotes e uma nação santa. Essas são as palavras que você dirá aos israelitas”. Êxodo 19. 1 – 6

     Este fato foi marcado por uma aliança, proposta pelo Senhor, um tratado onde o homem deveria viver segundo a Lei imposta por Deus.

    É importante ressaltar que, a Lei só foi dada por Deus após uma resposta espontânea, através da qual o povo declarou seu desejo em servir ao Senhor Deus de Israel, acatando sua vontade.

Então todo o povo respondeu a uma voz: Tudo o que o Senhor falou, faremos. E relatou Moisés ao Senhor as palavras do povo. (Êxodo 19.8)

     A função da Lei era tratar o pecado, por isto apontava para o erro lembrando ao homem de sua natureza, mostrava aquilo que era desagradavel a Deus, que poderia afastar o povo da sua presença normatizando e regulando sua forma de viver, estabelecendo desta forma a visão divina sobre o padrão de vida que o ser humano deveria ter para que a presença de Deus estivesse com ele.

     No entanto, para viver em obediencia a Lei, seria necessário vencer a natureza humana.

Isto é a justiça de Deus pela fé em Jesus Cristo para todos os que crêem. Não há distinção, pois todos pecaram e destituidos estão da glória de Deus, e são justificados gratuitamente pela redenção que há em Cristo Jesus.   Romanos 3. 22-24 

     Pois todos pecaram e destituidos estão da glória de Deus…, pois todos desobedeceram, por isto, retirou-se deles a presença de Deus…

(continua no próximo post)

Navegar na SérieNovo Nascimento: O Milagre da Salvação ( Parte II ) >>

Tags , , .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *