A Vida de Um Homem Depende dele Até que Ponto? Parte XXVIII

Esse post é parte 51 de 60 na série A Vida de Um Homem Depende Dele Até Que Ponto?

palavras_criador_XXX

“Tudo que vai ser dito abaixo está na primeira pessoa e foi  escrito no dia 06/08/2013. Queria esclarecer que sou apenas quem digitou as palavras abaixo, pois as mesmas foram repetidas uma a uma aos meus ouvidos espirituais, por isso deixo claro aqui que as palavras não são minhas, são dAquele me enviou.”

Parem de Me repetir as mesmas coisas!

Parem de Me dizer o que Eu já sei que Eu Sou!

Bastaria vocês terem um pouco de comunhão Comigo para entenderem que a Minha conversa com vocês pode ser tão natural como vocês conversam com os seus todos os dias…

Basta crer que Eu Sou o que Sou mas Me fiz homem para Me estabelecer de vez em vocês, pois se assim não tivesse feito vocês ainda vagariam nas trevas que envolvem a terra…

Se Fui tão humilde e Me tornei o que vocês são hoje, não o que vocês eram no Meu jardim, mas a carne que os corrompeu, pois isso foi necessário para cumprir a Minha Justiça, imaginam como Eu gostaria de Me relacionar com vocês agora que habito em voz, depois de passar por tudo que Eu passei.

Gratos a Mim, Eu Sei que são, Me amar, sei que muitos Me amam, mas se relacionar Comigo, que era o plano e o Meu projeto desde o princípio, poucos de vocês assim os fazem e quando fazem em seguida quebra esse relacionamento pois muitas vezes o pecado o faz enxergar coisas que desviam a sua atenção de Mim e muitas vezes os deixam culpados por terem as suas mentes os condenando, impedindo o Meu Espírito de voltar a guiá-los, pois a culpa que os invade é uma barreira no nosso bom relacionamento.

Saibam que Eu gostaria de falar com cada um de vocês da mesma forma que Estou usando o Meu servo agora para lhes falar, mas tem sido muito difícil isso acontecer nos últimos tempos.

Basta crer que muitos se transformaram em simples objeto de adoração e esqueceram que do outro lado havia Alguém, um Pai, que queria tocá-lo nos momentos em que estava só, afagá-lo nos momentos de tristeza, sorrir com ele nos momentos de alegria e chorar as suas perdas junto com vocês…

Sim chorar, Minha tristeza é imensa quando vejo um de vocês que se perdeu por não ter entendido o melhor que Eu tinha para ele, porém o Meu chorar não é como o de vocês, que se lamentam até desejarem a própria morte e as vezes pedirem isso a Mim, que os levem antes da hora.

O Meu chorar é sofrer com vocês as suas dores, os seus sofrimentos, as suas tristezas, pois ao passar a habitar em vocês compartilho de tudo que vocês passam e da mesma forma que permito que vocês sintam o Meu Amor por vocês, quando em êxtase os encho com Meu Espírito, que os faz chorar sem saber porque, Eu também compartilho em Meu Espírito de tudo que vocês sentem nos seus…

Continua…

Deseja Adquirir o Livro ou Ebook Desta Série?

Você pode encontrar na Amazon ou no Clube de Autores

Ebook Livro Impresso
No Clube de Autores  capa_ebook
Navegar na Série<< A Vida de Um Homem Depende dele Até que Ponto? Parte XXVII – VídeoA Vida de Um Homem Depende dele Até que Ponto? Parte XXVIII – Vídeo >>

Tags , , , , , , , .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *