Concorra a um Livro!!!

Capa do Livro o Dia do Sorriso: O Que é Preciso Para Ser Feliz?

Capa do Livro o Dia do Sorriso: O Que é Preciso Para Ser Feliz?

Graça e Paz Amados!

Participe do sorteio mensal de um dos nossos livros!

Para concorrer basta registrar-se no no blog, usando o link http://www.cristoeosenhor.com/blog/wp-login.php?action=register ou clicando em registrar-se em qualquer página do blog conforme tela abaixo:

registro

No registro você informa apenas seu nome e e-mail e o sorteio será feito automaticamente pelo sistema com todos os usuários que estejam cadastrados.

Se você já se registrou no blog não precisa se registrar novamente e nem nos próximos sorteios, pois já estará participando automaticamente em todos os sorteios a partir de agora.

Caso seja sorteado você receberá um e-mail solicitando o seu endereço para que possamos enviar o livro sem custo algum.

Informações do Sorteio:

Proximo Sorteio:
Thursday, December 15, 2016

Ganhadores dos Sorteios Anteriores:

Ganhadores

Fiquem na Paz do Senhor Jesus!

OBS: O ganhador tem 30 dias após o recebimento do e-mail informando da contemplação para enviar o seu endereço para entrega, caso contrário sortearemos outro inscrito.

A Travessia do Rio Hudson – Um Sonho que Eu Tive!

riohusdson

Rio Hudson

Nesta madrugada sonhei que estava fazendo uma precária travessia de um grande rio.

Não era sobre uma ponte moderna, em um automóvel luxuoso, era uma travessia a pé, descalço, sobre uma ponte de madeira muito precária que em alguns lugares chegava a tocar nas águas daquele rio, ao ponto de molhar os meus pés.

A travessia era muito longa, porém eu estava quase na margem daquele grande rio, a poucos metros.

Me acompanhavam na travessia milhares de pessoas e outras milhares aguardavam na margem oposta o momento de atravessar.

Eu segurava no colo uma criança, com a outra mão guiava outra um pouco mais velha, que por sua vez segurava na mão de uma mulher, que creio ser estes a minha mulher e meus filhos, apesar de não ver seus rostos.

A margem do rio ao qual chegávamos tinha um certo declive, um pequeno monte, a estrada que seguia era de terra batida, um pouco lamacenta na margem do rio, provavelmente por aquelas pessoas estarem pisando com os pés molhados.

No início daquela pequena elevação estavam alguns cavaleiros, montado em seus cavalos com roupas de batalha, estavam a frente daquela multidão como se certificando que o caminho estava seguro para que todos seguissem em frente.

Naquele momento ouvi alguém falar “Rio Hudson”, que é um rio 507 km que corre de norte a sul, principalmente através do leste de Nova York nos Estados Unidos.

A travessia era difícil e muito arriscada, pois a ponte balançava com as águas do rio, mas o fato de estar no fim da travessia me dava um certo alívio.

Observo para esse sonho como os momentos de tribulações que tantos de nós que nascemos de novo em Jesus estamos atravessando.

As dificuldades da Igreja de Cristo nos dias de hoje, dos que são assassinados nas “guerras santas” espalhadas pelo mundo simplesmente por professarem sua fé.

Dos que sofrem dia após dia em uma sociedade corrompida em seus valores, onde fica cada vez mais difícil ser o que somos e professarmos a nossa fé sem sermos estigmatizados e muitas vezes tratados como alienados por essa sociedade totalmente corrompida em seus valores básicos.

Apesar de estar perto do fim da travessia, me sinto entristecido ao recordar dos milhares que ainda esperam para atravessar a ponte, que se encontrava tão precária e frágil como esse mundo em que vivemos, não sabendo se daria tempo de todas aquelas pessoas concluírem a travessia.

Por outro lado, apesar de toda precariedade, me recordo daqueles soldados a frente daquela multidão preparando um caminho seguro para seguirmos em frente, assim como faz nosso poderoso Deus todos os dias da nossa vida enviando seus anjos para nos guardarem dos infortúnios que esse mundo de trevas tenta nos impor.

Queria encerrar dizendo aos meus irmãos em Cristo espalhados pelos quatro ventos, que apesar das dificuldades nunca se sintam só, pois em espírito estamos cercados de uma multidão e a nossa frente, guiando nossos passos, vai o comandante dos Exércitos Celestiais para que concluamos a nossa travessia nessa terra de trevas em segurança, até o dia de nos encontramos com nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo!

Que a graça e paz do nosso Senhor e Salvador sejam com todos vocês, meus irmãos!

O Homem Busca a Sua Felicidade sem Saber que a Está Buscando!

Capa do Livro o Dia do Sorriso: O Que é Preciso Para Ser Feliz?

Capa do Livro o Dia do Sorriso: O Que é Preciso Para Ser Feliz?

A felicidade não é algo que se possa comprar no supermercado da esquina, também não é algo que se possa estabelecer através de metas e roteiros predefinidos, pois muitas variáveis que fogem ao nosso controle ocorrem ao longo do caminho que percorremos durante a nossa existência aqui na Terra.

Ser feliz não é algo que se possa ligar e desligar, pois não escolhemos a forma como nossos sentimentos irão reagir diante das situações e das adversidades que se formam a nossa frente.

Desta forma nós buscamos o que não podemos buscar e a encontramos nos lugares mais inesperados, que possivelmente em nenhum dos nossos planos pensaríamos em tê-la daquela forma.

Por isso é impossível planejar algo que não passa por planejamento, pois na maioria das vezes sequer sabemos conscientemente o que vai nos fazer felizes ou nos deixará entristecidos, pois muitas vezes algo que pensaríamos que nos deixaria felizes vem com uma sensação de frustração e um vazio que ainda precisa ser preenchido.

Muitas vezes o homem achando que é senhor de si, busca preencher esse vazio com coisas que de forma alguma o preencheriam, pois não se pode preencher o espaço retangular com um quadrado, da mesma forma que não se pode preencher algo que é imaterial com o que é material.

Compreender que a felicidade não se obtém com as coisas materiais é o primeiro passo para entender que não se pode buscá-la através de planejamentos ‘frios’ e sem ‘vida’, pois a verdadeira felicidade só pode ser encontrada no conjunto das coisas mais simples e pequenas, que isoladamente podem não fazer nenhum sentido, porém quando aglutinadas nos dão uma satisfação imensurável, fazendo com que a vida seja cada vez melhor e mais fácil vivê-la, fazendo com que o convívio com os que nos rodeiam seja cada vez melhor, pois isso será um reflexo do que estamos irradiando agora.

Pensem nisso como uma onda que vem com toda força sobre você quando está na praia, o que lhe garante que ela não “quebrará” antes que você mergulhe por baixo dela, ou que você conseguirá prever, caso decida pular sobre ela, se outra onda ainda maior não te espera antes mesmo de conseguir saltar a primeira.

Entendam que as variáveis para que você possa ser feliz estão dentro de você e não no mundo, pois se nos prendermos as coisas que acontecem no mundo ao nosso redor jamais conseguiremos encontrar uma paz verdadeira que nos fará felizes independente das circunstâncias.

Sua felicidade depende de como você é para você e não como o mundo é para você ou como as pessoas pensam sobre você, pois ser feliz e antes de tudo ser o que você deseja ser.

(Este texto é parte do livro o Dia do Sorriso: O Que é Preciso Para Ser Feliz?, escrito por Raimundo Fernandes)

Capa do Livro o Dia do Sorriso: O Que é Preciso Para Ser Feliz?

Click aqui e veja no clube de autores